Como limpar e conservar seu instrumento musical


Instrumentos Musicais feitos de madeira são muitos sensíveis. São construídos com várias partes coladas e que sofrem a tensão de cordas.

Pensando dessa forma identificamos que calor e umidade são os maiores vilões dos instrumentos musicais.

O calor, pode derreter as colagens das mais variadas partes do instrumento, por exemplo o cavalete do violão que pode soltar ao receber muito calor, uma maneira boa de evitar isso é não deixando o instrumento em locais quentes ou que recebam incisão de sol, se for necessário o transporte por exemplo em um porta-malas de carro, pode-se afrouxar as cordas do instrumento para evitar a pressão na colagem em um momento de extremo calor. Além de tudo o clima quente e seco pode causar rachaduras no instrumento.

A umidade, pode causar ferrugem nas partes metálicas e também alterar a resistência das colagens, alem de amolecer e dilatar a madeira. A melhor maneira é evitar locais como porões, guarda roupas, deixar longe de paredes úmidas e etc.

Cases e bags são ideais para proteger o instrumento no transporte, se você for transportar em em porta malas de carro, ônibus ou avião, de preferência ao case, se for transportar com você o instrumento, prefira o Bag que é mais leve e confortável. Nenhum dos dois é indicado para se deixar o instrumento guardado em casa, pois na maioria dos casos são feitos em tecidos que acumulam umidade e a transferem para o instrumento ocasionando empenamentos e descolagens.

Para deixar em casa o instrumento, o ideal é deixar em um suporte de chão com o apoio do braço fora de capas e cases. Se não tiver como guardar dessa forma (caso em casa tenha animais domésticos e crianças), pode-se deixa-lo em um case ou bag, observando de afrouxar as cordas do instrumento caso você não o esteja tocando frequentemente e de vez em quando deixando o case ou o bag abertos para não agruparem umidade.

Revisões periódicas são necessárias, recomendamos pelo menos uma revisão a cada 6 meses, mas você pode ajudar a manter seu instrumento em boas condições. A limpeza deve ser algo rotineiro, existem produtos específicos para limpeza da escala e limpeza da pintura do instrumento, no caso da pintura pode-se utilizar um lustrador ou desengordurante, de preferencia líquida e com um algodão fazer a aplicação e retirar o excesso com uma flanela e pano de microfibra.

Para pinturas foscas não é recomendável nenhum produto, apenas utilize uma flanela úmida, e caso a sujeira for muito profunda um pouco de produto desengordurante deve fazer o trabalho.

Para escala, limpe o excesso de gordura acumulada dos dedos com uma estopa e aplique um óleo tipo peroba ou limão para proteção da madeira. Escalas envernizadas devem ser limpas com o mesmo produto de limpeza de pinturas, não utilize óleos ou produtos abrasivos.

E para as cordas, após cada vez que tocar, limpe com uma flanela seca, existem produtos específicos também para essa limpeza como das marcas dunlop, planet waves etc.

E lembre-se cordas velhas e enferrujadas alem de prejudicarem o timbre e a tocabilidade do instrumento, também espalham oxidação por todas as partes metálicas do instrumento, alem de danificar os trastes. Ao aparecerem sinais de oxidação, troque as cordas e evite futuros transtornos!