Comprei um violão novo, e agora o que fazer?


Olá, essa pergunta é pra você que comprou um violão, guitarra, baixo, viola, e agora?

O que fazer?

A pergunta é boba, pode parecer óbvia a resposta…. tocar né! Porém eu vou mostrar pra vocês, que não é bem assim.

De cara, muitos que compram o instrumento novo, os levam para casa, afinam e já saem tocando, ou tentando tocar.
Principalmente os iniciantes, que naturalmente têm mais dificuldade pra executar as notas, precisam entender que os instrumentos musicais são muito sensíveis a variações climáticas, e que também as cordas que estão no instrumento, não duram para sempre e possuem sim, prazo de validade, mesmo que estejam com aspecto de novas.

Vejam só nesse vídeo abaixo, uma explicação mais detalhada sobre as cordas.

O que quero dizer pra vocês, é que, independente se é novo ou velho, independente da marca e modelo de instrumento, ele precisa de cuidados básicos. E o que chamamos de, cuidados básicos, é o serviço que realizamos aqui de REGULAGEM.

No serviço de regulagem, além de verificarmos a condição do instrumento, podemos melhorar sua tocabilidade e ADEQUAR essa tocabilidade a pessoa que vai executar o instrumento.
Nada a ver com aquela coisa que alguns fazem de colocar cordas de nylon em violão de aço. Colocar cordas 09 em violão….., afff, isso não existe.

Regular corretamente um instrumento é, ajustar corretamente o tensor, o ângulo de pressão do cavalete e rastilho ou ângulo da ponte, ajustar a angulação e altura da pestana ou nut, colocar as cordas de forma correta, lubrificar as peças e PRECISA VIU, mesmo quando novo.
Tensor não fica no lugar certo pra sempre, a altura das cordas se modifica dependendo do comportamento da madeira, as cordas envelhecem a madeira fica ressecada, e etc.

Não é raro as pessoas nos procurarem, depois de mais de um ano da compra do violão, reclamando da qualidade do mesmo, dizendo que não afina, está duro pra tocar, ou achando que não sabem tocar direito, e etc, quando o problema era só uma regulagem bem feita, e um jogo de cordas novos.

Isso sim faz diferença! Então faça-se um favor, leve seu violão, guitarra, baixo , cavaco, viola a um luthier e pare de sofrer. Concentre-se em tocar e não se matar de dor e cansaço.
E se você quer receber mais dicas, cadastre seu email em nosso site, logo abaixo no formulário.

Nossa Luthieria fica em Belo Horizonte, na rua professor morais 43, savassi.
Um grande abraço
Henrique Luthier