O instrumento quebrou, mas tem conserto?


Esse é aquele tipo de assunto, que repetimos todos os dias aqui na oficina. As pessoas nos perguntam, meu violão quebrou o braço, tem conserto? Fica bom? Vai afinar? Não vai estragar o som?

Incrível é a quantidade de vezes que repetimos a mesma coisa, então nós decidimos fazer um vídeo detalhado sobre o processo de conserto de um braço de uma guitarra, que é na verdade o mesmo princípio usado para consertar seja um violão, cavaquinho, viola, contra baixo, guitarra, etc.

O nosso papel aqui como Luthier, é mostrar como deve ser feito esse reparo, evitando assim as famosas “gambiarras“, tipo parafusos e chapas de metal colocadas no lugar para tentar fortalecer a região de forma totalmente equivocada e esteticamente ruim.

Nossa oficina de luthieria situada em Belo Horizonte, tem mais de 15 anos de experiência nesse tipo de reparo e podemos afirmar que este procedimento feito da maneira correta, não influência em nada o funcionamento e também a originalidade do instrumento, além de possuir a mesma resistência original de fabrica.

No vídeo acima realizamos o conserto, refazendo a parte superior do braço, mantendo o mesmo design, cores e caracteríticas originais do instrumento. Veja que não é um serviço fácil de ser executado, e leva muito tempo para ser feito da forma correta. Por isso dependendo do valor comercial do instrumento, pode não ser viável a recuperação, porém de uma maneira geral, ainda sim compensa o reparo para maioria dos instrumentos.

Se você teve um problema similar e precisa consertar seu instrumento, traga em nossa oficina para uma avaliação.

A luthieria do Henrique Luthier fica situada na rua professor moraes 43 Savassi, BH, bem perto da Afonso Pena, tradicional avenida do centro de Belo Horizonte. Além disso temos estacionamento próprio para maior comunidade.

Nós vemos na Oficina.

Um grande abraço.